domingo, 13 de abril de 2008

Expectativas


Interessante esse negócio de se criar expectativas para determinados eventos ou ações. Essa forma de esperança que temos de que alguma determinada situação saia (ou não) da forma como desejamos.

Uma particularidade talvez tão ou mais interessante ainda é a forma como super ou sub estimamos essa expectativa. Tenho certeza que por diversas vezes alguma coisa na qual você tenha depositado uma expectativa enorme lhe deixou insatisfeito. Será que não doi pelo limiar tão alto que você estipulou para a situação? Digamos que a expectativa tivesse sido pequena, será que o resultado final não teria sido mais agradável como um todo? Eu aposto que sim...

Também devem ter acontecido situações onde a expectativa foi baixa, mas o resultado final foi satisfatório ou até surpreendente. Reitero a idéia de que foi mais por causa da expectativa, do que do próprio acontecimento.

Vamos tentar por em números. Duas pessoas vão para um mesmo evento, com expectativas diametralmente opostas:
João espera uma nota 7 para o evento, mas a nota final é 5, saldo -2.
Maria espera uma nota 3 para o evento, mas a nota final é 5, saldo +2.

Maria certamente sairá com um saldo positivo, contando que o evento foi bom, enquanto que João sairá com um saldo negativo, contando que o evento não valeu a pena, apesar de os dois terem dado exatamente a mesma nota ao evento.

Por isso que de agora em diante, a boa é sempre encarar os fatos com expectativas baixas. Pois se o resultado final for ruim, a decepção não é será tão grande, se for bom, a satisfação será imensa.

E como não existe esse que goste de quebrar a cara grandão, expectativas baixas na cabeça!

3 comentários:

Akinogal disse...

Attention! See Please Here

Gardagami disse...

See Please Here

Marcio Melo disse...

Meu velho eu sou exatamente da forma que você descreveu "Maria" (calma lá com as piadas hahaha).

Eu sempre espero menos das coisas e o resultado é quase sempre bom. Geralmente sou surpreendido pois é algo melhor do que esperava. Poucas vezes eu "acerto" em cheio.

E raríssimas vezes consigo me decepcionar, afinal, se algo é tão ruim quanto o "ruim" que esperava é pq realmente não vale a pena. :D