sábado, 23 de junho de 2007

Equilíbrio


Lá está você, sozinho no seu canto, quieto, como quem não quer nada, curtindo a posição confortável em que você se encontra. Você tem algum tipo de rotina que toma conta da sua vida nos dias ordinários, e nos extra-ordinários você tem de lidar com situações deveras familiares e sob controle
, ocorrendo no máximo alguns estresses para te deixar puto da vida porque teve "um dia daqueles". Não fosse pelo acaso, ou destino se você preferir, você poderia levar essa vidinha patética eternamente.

Mas não, não é isso que a vida te reserva. Como num passe de mágica, basta uma decisão tomada, um encontro inesperado, um equipamento quebrado, um atraso no seu vôo, uma colher que caiu, um latido de um cachorro, basta um evento que te desperte. Esse evento vai alavancando outros, gerando uma reação em cadeia na melhor definição de um efeito borboleta e Pronto!

Meus parabéns! A vida te tirou do seu porto seguro e te jogou no esparro!

Nessas horas não existe saída à francesa nem colher de chá. Não tem um funcionário pra te auxiliar nem um professor pra responder as tuas perguntas. Seus amigos e familiares parecem distantes. Seus conhecimentos parecem inúteis. Suas atitudes parecem escapar do seu controle. Você se sente sozinho, sem forças, desprotegido, despreparado. E você está certo.

Agora é só você e "essa força" que move o mundo!

2 comentários:

Imago disse...

Hoje busco meu equilibrio, organizo-me e purifico meu estado emocional...

Imago disse...

"Jamais perca seu equilíbrio,
Por mais forte que seja o vento da tempestade
Busque no seu interior o abrigo..."

SEMPRE!