sábado, 2 de junho de 2007

Uma casa no campo e uma rede

A maioria da população dos centros urbanos tem acesso à internet. Quem não tem, fica ligado na tv, no rádio no vizinho ou na conversa do elevador. Tudo é motivo pra passar informação adiante. O volume de informação que uma pessoa tem de lidar diariamente é coisa de louco. A mídia em geral chega a nos bombardear com futilidades onde pouca coisa realmente importa. Bom era o tempo em que informação se achava nos livros, revistas e jornais, era mais saudável e exercitava a nossa leitura seletiva. Hoje leitura seletiva não passa de uma busca no google.

O fato é que essa aura de evolução, civilização e desenvolvimento, que vem por trás dessa informação toda estressa. Estressa e muito. Não existe aquele que aguente essa rotina por tempos prolongados sem comprometer a mente ou o corpo. E depois de meses a fio nessa ladainha, todos nós precisamos de um belo dia no campo, para esquecer os problemas, deixar as preocupações de lado e relaxar. Apenas relaxar. Exercitar as milenares práticas da preguiça e do ócio, que todos nós sabemos de cor. Se tiver uma rede então? Sucesso!

Um comentário:

Keep Walking disse...

Estende essa rende p mim meu amor...
Deixa essa brisa passar por favooor

Traz essa agua de coco p o seu nego
Vem ca e me mima, o dia inteirooo!